É com real satisfação que trazemos à luz este sexagésimo segundo número da nossa Folha Criacionista, contendo valiosas contribuições de estudiosos criacionistas brasileiros.

De fato, a satisfação é grande porque, às vésperas do trigésimo aniversário da Sociedade Criacionista, podemos verificar que já contamos em nosso país com um considerável elenco de graduados e pós-graduados em numerosas áreas do saber, bem como vários autodidatas que se têm aprofundado em estudos criacionistas, e que aceitam e defendem os pontos de vista criacionistas apresentados nas Escrituras, quer mantendo sites na Internet, quer publicando artigos nos mais variados meios de comunicação, ou apresentando teses criacionistas em reuniões de estudos específicas.

Decidimos que, apesar de a Folha Criacionista ser uma publicação com periodicidade semestral, o seu próximo número, que corresponderia ao segundo semestre deste ano 2000, deverá ser publicado juntamente com o do primeiro semestre do ano 2001, na forma de um número especial comemorativo dos trinta anos de vida da Sociedade Criacionista Brasileira e da nossa Folha Criacionista. Esperamos que esse número 63 da Folha Criacionista seja realmente um número especial, coroando não só os trinta anos de atividades da equipe redacional da Sociedade, como também os esforços de todos os nossos leitores e colaboradores, que, de maneiras as mais distintas, durante esse não desprezível intervalo de tempo têm incentivado e apoiado permanentemente essas atividades, e sem os quais não teria sido possível manter a continuidade das nossas publicações, com o seu permanente aprimoramento, durante estas três décadas.