(Creation Research Society Quarterly, vol. 37, nº 3, dezembro de 2000)

Resumo

Existem evidências crescentes de que uma das grandes crateras lunares foi formada em tempos históricos recentes, no ano 1178 A.D. Hoje ela é conhecida pelo nome de cratera Giordano Bruno, e está localizada na face invisível da Lua, a 36º de latitude norte, bem próximo da borda leste, perto do Mar das Crises. As evidências incluem relatos de testemunhas oculares, o aspecto da cratera, e as vibrações lunares. Este impacto sofrido pela Lua conflita com as hipóteses de uma idade de milhões ou bilhões de anos para a sua formação, e enquadra-se perfeitamente dentro do ponto de vista de uma criação recente.

(O texto deste artigo poderá ser visto em nossa Folha Criacionista impressa)