EDITORIAL

É com satisfação que a Sociedade Criacionista Brasileira está publicando este primeiro
número da Folha Criacionista de 2002, embora com ligeiro atraso com relação à programação das
publicações efetuada para este ano.

Como pode ser visto no índice dos artigos selecionados para este número, aos poucos
estamos conseguindo atingir um maior percentual de artigos escritos por autores nacionais, o que é
sem dúvida uma das metas prioritárias da Sociedade. Agradecemos sinceramente aos autores dos
dois artigos que constam deste número – Rivelino V. D. Montenegro, e Eduardo Lütz – pela sua
disposição em colaborar com este nosso periódico criacionista, até hoje o único em língua
portuguesa.

Estamos também, neste número da Folha Criacionista, dando continuidade à publicação
dos capítulos do excelente livro de Bill Cooper – Depois do Dilúvio – que pretendemos editar
posteriormente na forma de livro, ou eventualmente de CD ROM.

Não podemos deixar de agradecer a colaboração das pessoas que nos têm enviado
informações interessantes, cópias de artigos e livros, e notícias diversas, das quais parte temos
encaminhado para divulgação em nosso “site”, e parte para publicação na Folha Criacionista. Neste
número 66 da Folha Criacionista, estendemos os agradecimentos particularmente ao prezado
Professor Francisco Almeida Araújo, diácono da Igreja Católica, um de nossos mais antigos
colaboradores, que gentilmente nos enviou o número 54 da revista “Semper”, editada pela
Fraternidade Sacerdotal São Pio X, de Portugal, no qual constava o artigo de autoria de Raul
Leguizamon, que agora estamos publicando.

Devemos destacar, ainda, que estamos recebendo gradativamente o apoio de cada vez um
maior número de voluntários para a tradução de artigos e notícias para serem publicados na Folha
Criacionista e também em nosso “site”. Particularmente neste número da Folha Criacionista, tivemos
a satisfação de contar com a colaboração preciosa da jovem Tirzah Pinto, que se dispôs a traduzir
duas das notícias sobre Michael Behe que nos foram enviadas pelo nosso colaborador Eduardo
Martins. A ambos desejamos apresentar nossos sinceros agradecimentos.

A propósito, destacamos nas Notícias as interessantes informações sobre Michael Behe,
respeitado bioquímico molecular, autor do livro “A Caixa Preta de Darwin”, que se tornou célebre por
desafiar com fundamentação essencialmente científica as teses dominantes da Evolução Darwinista.
Desejamos ressaltar que os desafios atuais à manutenção dos pontos de vista evolucionistas, como
se depreende dos questionamentos feitos por Michael Behe e por inumeráveis outros cientistas de
peso, têm-se avolumado gradativamente, de tal maneira a colocar na defensiva os outrora aguerridos
entusiastas do Evolucionismo. Prova disso é o também crescente volume de publicações na imprensa
escrita e falada que tentam apresentar “provas” a favor da Evolução, e ao mesmo tempo trazer
informações errôneas e sem fundamento a respeito das teses criacionistas, como se pode ver na
colaboração enviada pelo nosso associado jornalista Michelson Borges, sob o título “Medindo
Estrelas com Fita Métrica”.

Quanto às demais atividades da Sociedade Criacionista Brasileira, merece ser mencionada
a recente publicação dos dois primeiros números do periódico “Ciências das Origens”, edição em
Português de “Ciencia de los Orígenes”, originalmente editado pelo “Geoscience Research Institute”,
nos Estados Unidos da América do Norte. Essas publicações têm-se tornado possíveis em face do
apoio total recebido da Divisão Sul-Americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia para a sua
impressão e distribuição.

Merecem menção, também, os contactos que temos mantido com a “Science Research
Foundation – S.R.F.”, entidade criacionista da Turquia, que nos tem disponibilizado excelente material
de divulgação, tais como vídeos, posters e livros, todos de alta qualidade, e que estão fazendo parte
de nosso programa de atividades para o futuro próximo. Estamos em entendimentos finais com a TV
ADSAT para a dublagem de cerca de doze vídeos produzidos pela S.R.F., que provavelmente
poderão estar sendo disponibilizados no próximo semestre. Esperamos, também, até o fim do ano em
curso, poder imprimir cerca de trinta posters coloridos produzidos pela S.R.F., cuja tradução já está
terminada. E esperamos, ainda, ter a colaboração de alguns tradutores voluntários que se
dispuseram a colaborar com a Sociedade, para que possamos publicar o mais breve possível alguns
dos livros da S.R.F.

Ainda com relação às nossas demais atividades, estamos inserindo também neste número
da Folha Criacionista informações mais detalhadas a respeito da nossa produção de material
criacionista diverso, de interesse particularmente para instituições de ensino que desejem pôr a
disposição de seus alunos e professores informações adequadas sobre o Criacionismo e seus
fundamentos bíblicos e científicos.

Finalmente, pela primeira vez, a Sociedade Criacionista Brasileira estará agora no mês de
agosto de 2002 promovendo a realização de um Seminário. Trata-se do “Seminário sobre a Filosofia
das Origens” a ser realizado no Rio de Janeiro, com o apoio da Mocidade Adventista de Botafogo,
com a liderança de nosso associado fundador Eng. Marcus Vinícius de Paula Moreira, de várias
outras entidades denominacionais, e da UNIVERCIDADE, conhecido Centro Universitário carioca,
que gratuitamente pôs à disposição seu Teatro para a realização do evento, e está fazendo a
impressão dos cartazes para a sua divulgação.

Numerosas outras atividades estão correndo paralelamente a estas que foram destacadas
de forma mais direta, contando também com a colaboração de vários associados da Sociedade, aos
quais fica aqui expresso o nosso profundo agradecimento. Em números posteriores da Folha
Criacionista desejamos dar informações mais detalhadas sobre algumas dessas atividades.

Ao encerrar a formatação deste numero 66 da Folha Criacionista, tão somente resta-nos
agradecer a Deus pela possibilidade que nos dá de divulgar este tão importante tema do
Criacionismo, como humildes servos Seus.

Os Editores