Monstro de Loch Ness?

                Outro controvertido episódio de “caça aos monstros” tem a ver com o avistamento periódico de formas estranhas e inusitadas deslocando-se em alguns lagos da Escócia. Relatos de testemunhas visuais sobre o assunto enriquecem o folclore regional e têm despertado interesse de pessoas sérias que se propuseram a desvendar o aparente mistério desses acontecimentos.

            Dentre os vários apanhados críticos feitos sobre os relatos referentes à possível existência de seres “antediluvianos” nos lagos da Escócia, destaca-se uma série de artigos sobre o assunto que a revista britânica de divulgação científica “New Scientist” publicou em 1982. Em princípio, muitos aceitaram que esses artigos teriam solucionado o enigma do aparecimento periódico daquelas formas que desde tempos tão remotos quanto o ano 500 A. D. (ver observações feitas no Capítulo 10 do livro de Bill Cooper sobre a história de Columba, neste número da Revista Criacionista)) foram consideradas como sendo verdadeiros monstros aquáticos que viveriam nas profundezas de alguns dos lagos escoceses.  …

(Leia toda a matéria na Revista Criacionista impressa)