(Súmula de reportagem de Wendel Lima)

Nos dias 28 a 30 de maio deste ano, aproximadamente 150 pessoas participaram de um mini-curso promovido pela Universidade Estadual Paulista – UNESP, no Instituto de Geociências do campus de Rio Claro.

O evento teve o objetivo de contrastar o modelo geológico evolucionista com o criacionista. Tanto quanto se saiba, é a primeira vez que é proporcionada uma oportunidade como esta para serem debatidas no ambiente universitário as duas teses que se opõem. Conforme destacado na reportagem de Wendel Lima, “É essa uma abertura fantástica”, segundo a afirmação do Professor Doutor Nahor Neves de Souza Júnior.

A programação do evento foi a seguinte:

28-05-04 – 20:00hs – “A Origem dos Asteróides – Um Marco na História do Sistema Solar” – Dr. Nahor Neves de Souza Hr. (UNASP)
29-05-04 – 8:00hs – “Fenômenos Geológicos Globais” – Dr. Nahor Neves de Souza Jr. (UNASP)
10:30hs – “Estratificação Espontânea e a Origem dos Ritmitos” – Dr. Ruy Carlos de Camargo Vieira (SCB)
14:00hs – “Fósseis e o Tempo Geológico” – Dr. Reinaldo José Bertini (UNESP)
15:00hs – “Isótopos e o Tempo Geológico” – Dr. Peter Christian Hackspacher (UNESP)
30-05-04 – 8:00hs – Excursão para Piracicaba e Itu (visita a estruturas geológicas)

Após a excursão a sítios de interesse geológico, quando foram apontadas evidências a favor das duas teorias em confronto, houve manifestações dos participantes – alunos e professores – de que o evento foi bastante positivo.

Alguns depoimentos foram registrados por Wendel Lima. “Não existe apenas um ponto de vista para entender o mundo”, comentou Natália Sobreira, do 4º ano de Geologia da UNESP. Alguns evolucionistas declararam que o encontro mudou a visão que possuiam do Criacionismo. Bruno Leonel, do 3º ano de Geologia da UNESP, ao falar sobre a teoria criacionista afirmou que “muitos preconceitos que eu tinha foram quebrados Os argumentos foram plausíveis e consistentes”.

A Sociedade Criacionista Brasileira congratula-se com os organizadores do evento pela sua abertura e manifestação de verdadeiro espírito científico, conforme demonstrado durante todas as etapas do encontro.